Textos da mari

Almas Sertanejas

O despertador tocou e, antes de levantar, a menina fez uma prece. Lembrou-se do sertão e pediu força para mais um dia na capital. É que a vida do lado de cá, apesar da brisa do mar, era cinza como o concreto da paisagem. Aprendeu, ainda cedo, no colo da avó materna, que sertanejo carrega… Continuar lendo Almas Sertanejas

Anúncios
Sem categoria, Textos da mari

Desculpa esse mundo, Dandara  

  Não te conheci pessoalmente, Dandara. A sua vida corria distante da minha apesar de dividirmos o mesmo sol. É possível que já tenhamos nos cruzados nos terminais de ônibus, na fila da padaria ou em um sábado de manhã no centro da cidade. Se sim, espero ter lançado para você um olhar gentil. Dandara,… Continuar lendo Desculpa esse mundo, Dandara