Bem - querer

O novo sempre vem

14680784_10210704577111838_5898609521879668944_n

Esses dias, eu me peguei pensando como tudo pode mudar em curto espaço de tempo.  Acho que é porque dezembro chegou e trouxe com ele aquela sensação de nostalgia que só essa época do ano carrega. As luzes de natal, que enfeitam a cidade lindamente, também servem como um lembrete de que o ano acabou e que – talvez – você não tenha cumprido aquelas famosas promessas de ano novo.

A verdade é que dezembro é hora de planejar. É tempo de avaliar perdas e ganhos dos últimos 12 meses e desejar o novo. Porém, existe um fator nesse balanço geral de fim de ano que pode mudar tudo: o inesperado. Você desenha e planeja toda sua vida e, do nada, ela é uma coisa completamente diferente. A vida sai do trilho e aí?

É a hora de encontrar o novo. As mudanças inesperadas podem ser boas. É momento de arriscar, apostar (principalmente em você). Para falar sobre isso, resolvi contar a história de um casal de amigos. Lucas e Gabi.

 O Lucas e a Gabi se conheceram no trabalho, em outubro de 2015, numa roda de conversa com vários amigos. Uma simples troca de sorrisos e olhares. Pronto. Já dava para perceber que ali tinha alguma coisa. Era o modo que o Lucas olhava para Gabi o jeito que Gabi arrumava nervosa os cabelos quando o Lucas passava. Quando eles estavam juntos, sei lá, ficava uma energia gostosa no ar.

Porém, a Gabi já tinha um plano. E o Lucas também. Eles mal se conheciam e não iam jogar tudo fora pra investir em algo tão abstrato, era arriscado demais. Mas, tinha algo que não dava pra esconder: o brilho no olho daqueles dois. Era mais forte do que qualquer outra coisa.

Se tem uma coisa que eu – como boa amiga que sou – sempre admirei na Gabi é que ela não ta muito preocupada com que estão falando dela. A Gabi não tem medo de arriscar. E Lucas também não.

Gabi e Lucas resolveram mudar de planos. E mudaram rápido. É uma das vantagens dos vinte e poucos anos, a gente não tem muito o que perder. E também tem tempo pra começar de novo caso der tudo errado. Agora, a Gabi e o Lucas fazem parte um do plano do outro.

“Mas, foi loucura. Eles nem se conhecem direito”, eu ouvi diversas vezes das pessoas que observavam o casal de longe. Tudo bem, é verdade. Foi rápido eles mal se conheciam. Porém, eles se gostam. E isso já deveria bastar, né? Na verdade, eu acho que isso já basta.

O Lucas tem paciência para ouvir a gargalhada – irritante – da Gabi por horas. A Gabi perde o fôlego com as piadas do Lucas. Juntos, eles são um só. separados também. Eles se completam de uma maneira diferente. Não existe uma dependência, é uma parceria. É troca, carinho e cuidado. Eles podiam não se conhecer direito, mas eles já se entendiam como ninguém. Eles começaram um outro plano. Juntos.

Bom, mas tudo muda muito rápido. E seguindo esse louco e maravilhoso ciclo da vida, os planos deles mudaram de novo. Agora, tem uma vidinha para eles tomarem de conta. Gabi e Lucas estão se preparando para aquela que será a maior aventura de ambos. Cuidar de uma menininha. A mudança foi grande. E o desafio é gigantesco.

 “É loucura, a Gabi é muito nova para ser mãe”, eu ouvi de novo por aí. Sim, a Gabi é nova para ser mãe. Mas, quem disse que ela não pode? E sabe do que mais? A Gabi pode até ser nova para ser mãe. Mas, ela não ta sozinha. O Lucas vai ser pai.

O que eu posso dizer é que a baby Serena já é muito amada. Por todos nós. que ela tem pais que se gostam e se respeitam, acima de tudo. Eu li em algum lugar que o que muda o mundo são boas pessoas que criam bem os seus filhos. Eu não conheço gente tão boa quanto a Gabi e o Lucas.“E se acabar?”, perguntaram de novo. Bom, se acabar, vocês podem ter certeza que vai ser um término tão bonito quanto foi o começo. E que Serena continuará sendo amada do mesmo jeitinho.

Na verdade, o objetivo desse texto é acalmar o coração de quem acha que não tem um plano, que a vida ta meio perdida. Olha, pode até tá mesmo. Mas, tudo acha o seu canto alguma hora. E mostrar para você, que acha que pode comentar e julgar a vida de alguém,  que o “errado” pode ser o “certo”. Entenda: a vida do outro é complexa demais para ser julgada. É como o Silva cantou na canção 2012 “Pode ser belo o feio visto de perto.O avesso às vezes dá certo”.

Em um piscar de olhos, tudo tá onde deveria. Você pode se surpreender com a velocidade que a vida muda. É hora de aproveitar dezembro e pensar no que vale arriscar nos próximos 12 meses.

Há um ano, a Gabi e o Lucas mal se conheciam e trocavam sorrisos comendo coxinha na barraquinha da esquina. Hoje, eles têm uma casa, cachorros e uma princesinha a caminho. Além de uma linda história para conta. Eles conseguiram tudo isso seguindo uma simples regra: não tenha medo de arriscar. Respira fundo e encara o novo. Não tenha medo. A receita para o ano novo é bem simples: amigos, conversa, desafios e muito amor por você mesmo. É o momento de apostar na sua felicidade.

E Serena, baby, vem logo. Tem um mundo de carinho esperando por ti.

 

 

Anúncios

1 thought on “O novo sempre vem”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s